VOCÊ SABE USAR O CARTÃO DE CRÉDITO?

06/03/2019
VOCÊ SABE USAR O CARTÃO DE CRÉDITO?

 O cartão de crédito pode ajudar você a controlar seus gastos, desde que você o use com sabedoria, segurança e de forma consciente. Não confie em cartão de crédito para apoiar um “status” que você não pode manter.


Lembre-se sempre de que ele não é complemento de renda. E que ele pode também ser seu herói ou vilão, dependendo de como for usado. Vamos ajudar você a explorar seu lado amigável:

1. Limite
O limite do cartão de crédito nunca deve ultrapassar mais de 30% a 50% de sua renda. Evite fazer mais de um, para que ele possa ajudar a manter o seu equilíbrio financeiro.

2. Pontualidade
Para evitar as taxas de juros, é preciso quitar a fatura mensal, até à data de seu vencimento. Procure ser pontual. Identifique a data de vencimento da fatura do cartão e faça compras 10 dias antes, conseguindo então 40 dias para pagar a compra. O cartão de crédito pode ser um grande aliado, desde que você tenha disciplina no pagamento. Assim você não paga juros e tem o benefício extra da pontuação em milhas.

3. Pagamento mínimo
O cartão de crédito torna-se um vilão em potencial para quem não consegue pagar o valor total da fatura e paga o valor mínimo, que é cerca de 20% do total da fatura. Neste caso, o valor restante da dívida vai acumulando e são cobradas altas taxas de juros. O rotativo do cartão de crédito é capaz de duplicar a sua dívida em apenas seis meses. Ele é o maior motivo de endividamento entre os brasileiros. Cuidado com a dívida bola de neve!

4. Milhas
Não se esqueça de trocar as milhas no cartão por benefícios, antes que o prazo vença. A pontuação pode ser convertida em passagens aéreas, diárias de hotel, etc.

5. Juros
Gaste no cartão de crédito somente o que realmente poderá pagar. Nunca deixe uma fatura em aberto, os juros do cartão são os mais altos – eles ultrapassam os juros do cheque especial, do crédito pessoal e do consignado. Caso não tenha dinheiro suficiente para cobrir toda a fatura, pegue um empréstimo bancário com taxa menor, para saldar a dívida no cartão.

Crédito ou débito
Caso não tenha desconto à vista, nem no cartão de débito, opte pelo pagamento no cartão de crédito, assim você tem mais prazo para efetuar o pagamento.

Você está sem saída?
Se não tiver jeito mesmo de quitar o saldo, faça o pagamento no menor número de parcelas que puder. Mas evite ter mais de um cartão de crédito, pois com vários cartões você vai ter a falsa ilusão de que pode usar todos os limites disponíveis.


Lembre-se, se você deixar de pagar seu cartão no prazo, o “amigo” de plástico vira “inimigo”! Tendo dinheiro, compre, não tendo, espere chover na sua horta, pois os preços cobrados no cartão de crédito estão altíssimos!

 

Fonte: Instituto Coaching Financeiro

library_books Veja mais...

@contal.contabeis
@contal.contabeis